Urban Roller_ breve história


Desde que me tornei adepto dos meios de mobilidade urbana ditas suaves, nunca interpretei Lx como uma cidade difícil de nos deslocarmos. A tal das muitas colinas.
Até porque comecei primeiro a andar em Lisboa em patins, influenciado pelas sextas à noite do "Randonnées" de Paris, que como sabem reúne todas as sextas-feiras no mínimo 5.000 patinadores.

Num certo Verão, comigo presente, contaram-se até 10.000 entusiasmados e loucos patinadores, com escolta de policia de patins e de mota à frente a interromper o transito para a passagem segura desta enorme massa.
Imaginam o desespero de quem fica transversalmente agarrado a um volante numa sexta à noite a ver passar dez mil patinadores cheios de satisfação e euforia?

Juntamente com o grande Tó-Slalon o Guilherme e  alguns alunos de Urbanismo da Faculdade de Arquitectura que se voluntarizaram ao projecto, tentamos trazer este evento para Portugal. Estávamos em 1997(?)
 Agora_todas Sextas_21horas_junto ao
 McDonald_Campo Pequeno
 Não funcionou!… inércia desportiva ou ingenuidade da nossa parte! Os dois cartazes da imagem são dessa época...tem 19 anos :)
E assim, antes de perceber que andar  de bicicleta em Lisboa era fácil, andei de patins.

Irritavam-me as irregularidades das calçadas e deslocava-me sempre no alcatrão, rápido aprendi a saltar do passeio para o alcatrão. Ainda não se sabia que os lancis nos passeios, e nomeadamente junto às passadeiras, dificultam a circulação de cadeiras de rodas ou carrinhos de bebes ou de compras!Outros tempos!

As rampas, entre as muitas superfícies planas que a cidade possui, eram atravessadas por meios mecânicos públicos, ou dito de outro modo, autocarros, metro ou elétricos. Andar no meio dos carros é ter necessidade de ter radares em todas a direções, e quanto mais móvel e flexível, mais seguros nos tornamos.
A adrenalina como calculam tem que estar a 100%, tipo alleycat.

Umas rodas grandes, uns pedais ligados a uma corrente, e ainda o auxilio de umas mudanças de desmultiplicação, tornam o ciclismo nesta cidade dita de colinas muito fácil.
Entretanto Lisboa tornouse mais plana! ...o piso está ao nivel das melhores cidades  europeias e o perconceito "colinomania" diminuiu de frequencia !
Agora...Em 2016 temos um outro grupo a formar-se para promover uma verdadeira ....ROLLER FEVER _.Encontros e ronda nocturna urbana de patins em linha....
"vamos meter Lisboa a apaixonar-se pela patinagem urbana".  diz  nos Miguel Resende a sorrir!

A partir de Março de 2017 quando deixar de chover e de fazer frio vamos voltar ao asfalto.
O projecto consiste :
Já foi_Sextas _ 21horas
Junto ao

 McDonald
Campo Pequeno
 _ Todas as sexta Feira pelas 21 horas juntar Patinador próximo do novo McDonald do Campo GRANDE..(a meio do parque _ junto ao lago) e divertir mo -nos patinando.

.... Promovem o Evento.. Miguel Resende, Carlos Saraiva, Rodrigo Rubio, Francisco Belini, Enzo, Eliseu, Alexandra Matos Reis, Miguel Candeias.


AGORA É NO GALETO...amanhã   não sei !:)

0 comentários: